Conjunto MÚSICA ANTIGA DA UFF​ ​- Série Música na São Judas

evento-musica-antiga-uff

25 de novembro de 2015
Quarta-feira | 20h
Centro Cultural e Pastoral São Judas Tadeu
Rua Comendador Queirós 33, Icaraí, Niterói
Entrada gratuita

Convidado para participar da série Música na São Judas, o Conjunto Música Antiga da UFF ​executa o programa “A música no tempo dos jesuítas”, no Centro Cultural e Pastoral São Judas Tadeu.
No Brasil​,  foram​ ​ eles​, os jeduítas,​​​ os  fundadores da escola de música instrumentista, com​ ​ênfase​  na flauta, no violino, no cravo e no órgão, ​considerados os instrumentos mais apropriados ao acompanhamento nos cantares das igrejas​, assim como nas Américas, na Europa e na Ásia.​
A partir do século XVI, o ambiente musical começa a ser também externo aos estabelecimentos jesuíticos e as primeiras descrições de uma prática musical alheia às aldeias e ao processo de conversão dos índios.
O repertório de “A música no tempo dos jesuítas” inclui: Un relox a visto Andres, El niño que tiembla, Desnudito e Tenga yo salud, de Gaspar Fernandes (séc. XVI, com letra de Lope de Vega), Hanacpachap cussicuinin, de compositor anônimo do séc. XVII, Dios itlazo, de Hernando Franco, Tleycantimo choquiliya e Xicochi xicochi, de Gaspar Fernandes, Turulu neglo, de compositor anônimo do séc. XVI, Recercada IV sobre La Folia, de Diego Ortiz (séc. XVI), Les boffons, de Arbeau (séc. XVI), e Oh, larga esperança vana, de José Peyró (séc. XVI, sobre letra de Lope de Vega), entre outras composições.

Conjunto MÚSICA ANTIGA DA UFF

Composto atualmente por Leandro Mendes, Lenora Pinto Mendes, Márcio Paes Selles, Mário Orlando e Virgínia van der Linden, o grupo continua pesquisando e descobrindo novas formas de levar ao conhecimento do público a música que encantou a Europa Ocidental durante quase seis séculos. Dessa forma, seus cinco integrantes trabalham com pesquisa bibliográfica e discográfica, apresentando-se com réplicas dos instrumentos utilizados naqueles períodos históricos.

Fonte: Guia de Niterói