category: 263
category: 37
category: 67
category: 84
Projeto esportivo incentiva crianças de escolas públicas - Site do bairro do Fonseca

Projeto esportivo incentiva crianças de escolas públicas

Projeto esportivo incentiva crianças de escolas públicas

Cerca de 30 crianças participaram do evento no Fonseca

Na manhã deste domingo (23), a Escola Municipal Paulo Freire, no Fonseca em Niterói, recebeu um evento de capoeira para crianças. A ação aconteceu das 8h às 12h e nasceu de uma parceria entre a instituição de ensino, a Associação Cultural Aliança Brasil Capoeira e mais outras três escolas da cidade.

Segundo uma das organizadoras, Priscila Rocha, cerca de 30 crianças, entre alunos do colégio, do Centro Educacional Marins Miranda, da Escola Municipal Ernani Moreira Franco e do Centro Educacional Leise Cabral, participaram do evento, que funciona como um ação social.

“Na nossa equipe de organização temos até pais ajudando. A ideia é trazer as crianças para praticar esportes, e com isso tirar elas das ruas”, contou.

O evento foi organizado pelo Mestre Chulé, que já realiza o trabalho de dar aulas de capoeira nas instituições participantes, e supervisionada pelo Mestre Pulga, que relatou que o esporte incentiva também no resgate da cultura afrodescendente.

“Realizamos este trabalho há cerca de dois anos, e é como se fosse um intercâmbio entre os bairros da cidade. Um evento muito bonito, com crianças que aprendem antes da capoeira, a ter conciência”, disse.

Já o Mestre Chulé, relatou que a capoeira vem na vida das crianças como um grande aprendizado.

“A capoeira é didática, ajuda na coordenação motora, no canto, no aprendizado com o instrumento e tudo mais que venha a formar um cidadão com melhor qualidade de vida, se relacionando bem com a sociedade”, declarou.

Mãe de dois alunos de capoeira, Alessandra Rosa de 35 anos, disse que percebeu a diferença na disciplina das crianças dentro de casa.

“Eles fazem aula há dois anos, e percebi que eles começaram a se comunicar melhor, foi um resultado ótimo. As crianças se desenvolvem mais rápido e aprendem muito de disciplina, obedecendo muito mais”, explicou.

A coordenadora do projeto Mais Educação da Escola Municipal Ernani Moreira Franco também esteve presente no evento, e atentou para a contribuição pedagógica que o esporte traz.

“A gente sente a mudança na sala de aula, a capoeira trabalha a disciplina, o corpo e a mente. Considero um pilar forte para o desenvolvimento educacional”, disse.

 

Fonte: http://www.ofluminense.com.br